Está localizado na fossa cerebelar do osso occipital (fossa craniana posterior).
O cerebelo está separado do lobo occipital (localizado superiormente), por uma prega da dura-máter, denominada de tentório do cerebelo.
Anteriormente ao cerebelo localizamos a ponte e o bulbo.
O IVº ventrículo está localizado entre o tronco encefálico e o cerebelo.
Os pedúnculos cerebelares (superior, médio e inferior) conectam o cerebelo ao tronco encefálico.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5.ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011
https://commons.wikimedia.org
O cerebelo apresenta uma camada cortical externa (córtex do cerebelo), homogênea, constituída por três camadas celulares.
Internamente, se distribuem a fibras mielínicas, compondo o centro medular branco do cerebelo.
No interior do centro medular branco do cerebelo são encontrados núcleos específicos (núcleos do cerebelo).
Imagem: cienciasecognicao.org
Anatomicamente o cerebelo é dividido em dois hemisférios cerebelares (direito e esquerdo), e uma porção mediana, denominada de verme cerebelar.
 
O cerebelo é dividido em lobos:
 
Flóculo-nodular (relacionado com o equilíbrio);
Anterior (funções relacionadas ao tônus muscular e propriocepção);
E posterior (coordenação dos movimentos).
 
Os lobos do cerebelo são divididos por fissuras, formando lóbulos.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5.ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011
SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Lobo flóculo-nodular

Constituído por dois flóculos (cada flóculo está localizado abaixo do pedúnculo cerebelar inferior), unidos pelo nódulo.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5.ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011

Lobo anterior do cerebelo

Forma parte da porção superior do cerebelo.
A fissura primária separa o lobo anterior do lobo posterior.
O lóbulo quadrangular anterior está localizado anteriormente a fissura primária.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5.ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011

Lobo posterior do cerebelo

O maior lobo do cerebelo apresenta uma porção superior, que se estende formando a porção inferior do cerebelo.
 
Os lóbulos e fissuras são (partindo da fissura primária):
Lóbulo quadrangular posterior;
Fissura pós-clival;
Lóbulo semilunar superior;
Fissura horizontal; lóbulo semilunar inferior;
Fissura pré-piramidal;
Lóbulo biventre.
 
A tonsila do cerebelo é uma porção dilatada, localizada no lobo posterior, em sua parte ântero-inferior (superiormente ao forame magno e posteriormente ao bulbo).
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5.ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011

verme do cerebelo

O verme do cerebelo apresenta sua divisão, com denominação diferente dos hemisférios cerebelares, sendo:

Língula;
Lóbulo central;
Cúlmen;
Declive;
Folha do verme;
Túber;
Pirâmide;
Úvula;
e nódulo.
VISTA ANTERIOR
SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.
VISTA PÓSTERO-INFERIOR
SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

núcleos do cerebelo

Os núcleos do cerebelo são:
Denteado;
Emboliforme;
Globoso;
e fastigial.
 
O núcleo denteado é o maior deles, localizado lateralmente.
O núcleo fastigial assume uma posição medial.
Entre os núcleos denteado e fastigial estão localizados os núcleos emboliforme e globoso (denominados como núcleo interpósito).
Os núcleos do cerebelo exercem influencia no controle motor dos músculos estriados esqueléticos, o núcleo fastigial controla os músculos axiais e proximais dos membros (postura e equilíbrio), os núcleos interpósito e denteado controlam os músculos distais.
VISTA INFERIOR
SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Referências Bibliográficas

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.
MOORE: Keith L. Anatomia orientada para a clínica. 7. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5.ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.
Gostou do nosso conteúdo? Ajude-nos, compartilhando em suas redes sociais!