FÊMUR - AP

Paciente

Em D.D.H., quadril e joelho em extensão e rotação interna, posicionado sobre a LCM.

Chassis / Filme

30×40 35×43 – na longitudinal, c/ a borda superior incluindo o acetábulo.

Raio central

⊥ orientado para a diáfise do fêmur.

DFF

1,00 m – com bucky.

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.
Imagem: Acervo do autor.

Observação: Quando não for possível incluir as duas articulações (do quadril e do joelho) em um mesmo filme, radiografar a articulação do quadril na incidência frente do fêmur, deixando a articulação do joelho para incidência de fêmur perfil. 

FÊMUR - PERFIL

Paciente

Em D. L., joelho em semi-flexão / extensão, posicionado sobre a LCM.

Chassis / Filme

30×40 35×43 – na longitudinal, c/ a borda superior incluindo o acetábulo.

Raio central

⊥ orientado para a diáfise do fêmur.

DFF

1,00 m – com bucky.

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.
Imagem: Acervo do autor.

Observação: Quando não for possível incluir as duas articulações (do quadril e do joelho) no mesmo filme, radiografar a articulação do quadril na incidência frente do fêmur, deixando a articulação do joelho para incidência de fêmur perfil.

ARTICULAÇÃO acetábulofemoral (COXO-FEMoRAL) - ap

Paciente

Em D.D.H., MMII em extensão e rotação interna, centralizar o quadril de interesse sobre a LCM.

Chassis / Filme

24X30 – transversal, em relação ao R.C.

Raio central

⊥ orientado para articulação.

DFF

1,00 m – com bucky.

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.
Imagem: Acervo do autor.

Observação: Incidência realizada com cilindro de extensão. 

ARTICULAÇÃO acetábulofemoral (COXO-FEMoRAL) - PERFIL

Paciente

Em D.D. L., quadril e joelho em flexão, abdução, centralizado sobre a LCM.

Chassis / Filme

24X30 – transversal, tendo seu centro no ponto de saída do R.C.

Raio central

⊥ orientado para articulação coxo femoral de interesse.

DFF

1,00 m – com bucky.

Imagem: Acervo do autor.
Imagem: Acervo do autor.

Observação: Incidência realizada com cilindro de extensão. 

Referências Bibliográficas

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

DRAKE, Richard L.; VOGL, A. Wayne; MITCHEL, Adam W. M.: Gray’s anatomia clínica para estudantes. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

MOORE: Keith L. Anatomia orientada para a clínica. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

MOELLER: Torsten B.; Reif E. Pocket Atlas of Sectional Anatomy Computed Tomography and Magnetic Resonance Imaging. 4ª ed. Stuttgart,: Thieme, 2007.
 

SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

WEIR: Jamie W.; James A.; Atlas de anatomia humana em imagem. 5ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018.

Gostou do conteúdo? Ajude-nos compartilhando em suas redes sociais.